Safra 2015 é recorde, diz IBGE; previsão é de alta de 0,5% este ano • Maxicaixa

Maxicaixa

Safra 2015 é recorde, diz IBGE; previsão é de alta de 0,5% este ano

121

Produção do ano passado foi de quase 210 milhões de toneladas. Clima melhor deve contribuir com produção das regiões NE, SE e Sul

A safra brasileira de grãos chegou a 209,5 milhões de toneladas em 2015 e bateu recorde, superando em 7,7% a produção de 2014 (194,6 milhões de toneladas), segundo dados divulgados nesta terça-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2016, a previsão do IBGE é que o país colha 210,7 milhões de toneladas, superando em 0,5% a produção do ano passado.

Resultados de 2015
Os números divulgados nesta terça para a safra de 2015 são menores que as estimativas divulgadas em novembro. Os dados do IBGE previam, naquele mês, uma safra com 746 mil toneladas a mais.

A estimativa da área a ser colhida é de 57,7 milhões de hectares, com alta de 1,8% frente à  colhida em 2014 (56,7 milhões de hectares) e redução de 14.711 hectares em relação à prevista em novembro (-0%).

Os três principais produtos (arroz, milho e soja) representaram 93,1% da estimativa da produção e responderam por 86,3% da área a ser colhida. Em relação a 2014, houve acréscimos de 6,1% na área da soja, 0,8% na área do milho e redução de 8,4% na área de arroz. Na produção, houve acréscimos de 1,1% no arroz, 11,9% na soja e de 7,3% no milho.

Safra de 2016
O instituto aponta que as previsões feitas em dezembro sugerem nova safra recorde este ano, com aumento nas áreas colhidas nas regiões Nordeste (4,7%), Sudeste (1,2%) e Sul (0,8%), que apresentaram problemas climáticos em 2015.

A estimativa é que haja aumento nas produções de amendoim (em casca) 1ª safra (33,5%), café (em grão) arábica (15,6%), café (em grão) canephora (3,3%), feijão (em grão) 1ª safra (16,7%) e soja (em grão) (5,9%).

Três produções, no entanto, devem ter queda: o algodão herbáceo (4,5%), o arroz (em casca) (3,4%) e o milho (em grão) 1ªsafra (4,6%).

Fonte: Globo Rural